sábado, 11 de dezembro de 2010

"Como se tornar uma pessoa fria" dizia.


O primeiro e mais importante passo é ter total controle do seu psicológico, porque o que mais vai fazer, é duelar contra você mesmo. Trabalhar o psicológico não é algo tão fácil assim, precisa armazenar experiências passadas, desilusões e planos pro futuro, tudo deve estar ligado numa linha muito tênue pra não se envolver. Não se envolver requer muito cuidado, até mesmo, porque quando o corpo deseja algo, o cérebro parece não ter controle de nada, não sejamos hipócritas, o tesão fala mais alto sim, tanto pra homem quanto pra mulher, acontece que a mulher é treinada desde que nasceu pra negar o tesão, se não negar será vista com olhos maldosos, como libidinosa, mulher fácil, mas enfim, isso não vem ao caso por enquanto, se não estaria fugindo do contexto. Agir com a razão é a segunda e não menos importante coisa a se fazer, lembre de tudo o que já passou, do que fizeram com você, de como se sentiu e tente não passar de novo, se precisar falar, fale, faça, grite, não interessa, o que vale é deixar claro que não vão te fazer de idiota outra vez. A diferença da pessoa ‘normal’ para a que pretende controlar seus sentimentos é que uma sofre depois e a outra sofre antes, respectivamente. No inicio de tudo, deve sempre mentalizar que por mais que a pessoa seja ótima, não se apegue! Porque se ela é maravilhosa, você vai encontrar uma muito melhor lá na frente, pense assim “Se você conhece São Paulo e ama, imagina quando conhecer Paris?!”, claro que existem pessoas que amam SP e se contentam com isso, ótimo pra elas, mas não se enquadram em nosso perfil, somos diferentes, somos pessoas dispostas a sofrer um pouco agora pra se proteger de sofrer muito mais lá na frente, porque quanto mais alto se subir maior será o tombo. Não digo pra não viver um historia legal, talvez tenha futuro, mas se pensar assim desde o inicio, quando vier a decepção, não vai se machucar, porque sua cota de sofrimento veio antes. Trabalhe sua possessão, nem todos tem esse defeito, mas pra quem tem (como eu) fica a dica: não pense que é dono de alguém, claro que pra quem é possessivo é difícil pensar assim, mas tem que ser fácil fingir, sorria, demonstre que tudo está bem, não dê crises de ciúmes, mas se for inevitável deixe claro que não é por medo de perder e sim por você. Tenha hobbies, saia, ocupe sua mente, se não, só vai ficar pensando em quem não deve, como não podemos controlar o subconsciente, fale pra você o tempo todo que não vai pensar em ‘fulano’ e não pense, não se permita. E essa é uma questão, não se permitir, não se dê o direito de acreditar no que falam, porque pra quem quer ter autonomia dos seus sentimentos, todos estão mentindo até que provem o contrario, acredite nas atitudes e não nas palavras, porque falar olhando nos olhos, os mentirosos são mestres, e da mesma maneira que falam pra você, falam pra qualquer um, só que é importante deixar explícito que acreditou em tudo o que te falaram, é simples, “eles fingem que diz a verdade, você finge que acredita” e assim todos ficam felizes, enquanto isso sua barreira de proteção vai se solidificando. Não disse que seria fácil, mas é tudo uma questão de hábito. E lembre-se: “A coisa mais difícil é se livrar de uma mulher fácil”.
texto de Denise Borges
Meu Deus, chegue a ficar sem palavras, pois quando encontrei o blog da Denise cheguei a ficarsem palavras, é muito eu, o que ela escreve, tenho que dar os parabés para ela, resovi postar esse aqui no blog, pois as pessoas tem que mudar um pouquinho de atitude, e lendo isso pode ajudar.

3 comentários:

Eurico disse...

Meu Deus,
isso é encouraçar-se, blindar-se e morrer de amor sem amar... viver em total controle do psicológico e em duelo constante contra as próprias emoções... é não viver.
Meu Deus e eu ando a fazer isso comigo mesmo.
Preciso correr pra dizer isso a minha terapeuta!!!

Grato, amiga.

Valeu!

Abraço fra/terno rsrsrs

Anônimo disse...

Isso ai concordo com tudo isso tipo eu sou assim pros mentirosos eles conversam comigo e eu finjo q acredito mas bem la no fundo n acredito em nada somente nas atitudes bjs.

Unknown disse...

Achei que ia ler algo bom ... mas só li verduras